Michelle Sampaio em entrada ao vivo no Jornal Vanguarda, telejornal local que corresponde ao SP2.

Um dia depois de a apresentadora Michelle Sampaio ter declarado que a Rede Vanguarda, afiliada da Globo no Vale do Paraíba, a demitiu por estar acima do peso, a emissora negou que esse tenha sido o motivo do desligamento da jornalista. Segundo a Globo, esse tipo de conduta é “incompatível com a política de respeito” adotada pela casa, mas a empresa não informou a real justificativa para demitir a profissional, que estava há 16 anos na Vanguarda.

Em um post realizado na manhã de sábado (23) em seu perfil no Instagram, Michelle alegou que foi demitida da Vanguarda porque não conseguiu perder os quilos que havia adquirido durante sua gravidez, em 2016. Ela passou de âncora de telejornal para um trabalho nos bastidores até ser desligada de vez.

Confira a publicação na íntegra:

Reprodução Instagram

“A TV Globo e a TV Vanguarda informam que não é verdade que a razão para o fim do contrato mencionado seja a que foi publicada na reportagem ‘Apresentadora da Globo é demitida por ficar gorda depois de gravidez’. Tal conduta é incompatível com a política de respeito absoluto a seus profissionais adotada pela TV Globo e pela TV Vanguarda”, informou a Globo na tarde deste domingo (24) por meio de nota.

A pressão que a Globo e seus afiliadas exercem sobre âncoras de telejornais e repórteres que aparecem no vídeo, especialmente as mulheres, para que elas estejam sempre no peso certo e com visual impecável é tema recorrente nos bastidores, mas é raro que alguma jornalista fale sobre o tema. Michelle decidiu abrir o jogo em seu desabafo.

Fonte: Noticias da TV