A noite de sábado, 05/06 e a madrugada e domingo, 06/06 foram de terror em Manaus, principalmente em bairros da periferia. Membros da facção Comando Vermelho promoveram ataques em vários pontos da cidade e ao menos 17 ônibus coletivos foram incendiados, além de paradas, logo no início desde domingo (06).

De acordo com informações da polícia, os ataques foram motivados pela morte de um membro da facção, identificado Erick Batista Costa o, conhecido como “Dadinho”, 30, morto em um confronto com a Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), na rua Newton Vieiralves, 96, Novo Aleixo Zona Norte.

Testemunhas apontam que facções estavam em confronto no local quando policiais da Rocam foram acionados e, durante a operação, acabaram alvejando Erick.

https://fb.watch/5Z7DJQMm8l/

Domingo sem ônibus

O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) se manifestou após a onda de ataques ocorridos na madrugada deste domingo, 6, em vários pontos da capital amazonense.

Em nota, o sindicato informou que ônibus do transporte coletivo foram incendiados durante os atos violentos “os maiores prejudicados são o usuário do transporte coletivo e os trabalhadores do sistema de transporte cujas vidas estão  em risco” diz o comunicado.

Leia a nota:

Sinetram repudia os atos de vandalismo ocorridos nas primeiras horas deste domingo (06/06), em que ônibus do transporte coletivo foram incendiados dentre outros atos violentos. A violência das ações,  aparentemente de caráter terrorista, causou pânico nos operadores do serviço, pois há relatos de grupos encapuzados e armados praticando tais atos, sendo que, por isso, toda a frota foi recolhida. Atos dessa natureza, além de serem crimes de dano e ilícitos civis, visam disseminar o medo e inviabilizam o serviço essencial. Diante desse cenário, os maiores prejudicados são o usuário do transporte coletivo e os trabalhadores do sistema de transporte cujas vidas estão  em risco. Por fim, pedimos  às autoridades públicas competentes imediatas e urgentes providências para a identificação dos criminosos e para a cessação da onda de violência a fim de que seja viabilizada a normalização do serviço essencial de transporte coletivo.

Ordem partiu do presídio

A Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) informou que um comitê de crise foi criado para apurar as denúncias de ônibus incendiados e depredação de prédios em Manaus e nos municípios de Parintins e Careiro Castanho,.

De acordo com o secretário de Segurança, coronel Louismar Bonates, o policiamento foi reforçado para garantir a segurança da população.

Informações iniciais, levantadas pelo departamento de inteligência da SSP-AM, apontam que a ordem de depredação partiu de um presídio. Os nomes dos mandantes também já estão sendo levantados e estes serão, posteriormente, transferidos para um presídio federal.

Agências bancárias incendiadas

Ao menos, 4 agências bancárias foram incendiadas em menos de 04h, a primeira foi uma agência do banco Bradesco localizada na rua Amazonas, bairro Compensa. Depois, a agência da Caixa Econômica Federal, situada na avenida Rodrigo Otávio, bairro Japiim, foi incendiada na tarde deste domingo (6). Logo depois, outra agência, desta vez do Banco do Brasil, no Centro de Manaus. Por último, a agência do Santander, localizada no av. Airão, também foi alvo de criminosos.

https://fb.watch/5Z7F2gopac/

Bola das Letras é incendiada em dia de ataques em Manaus

A “Bola” das Letras, como é conhecida popularmente a rotatória Umberto Calderaro Filho, foi mais um alvo de criminosos em Manaus neste domingo (6). Ações como essa acontecem desde a madrugada como forma de retaliação pela morte de um traficante em Manaus. Mais de 20 ocorrências de incêndios já foram registradas somente na capital.

Até o momento, a Secretaria de Segurança Pública informou a prisão de apenas seis pessoas envolvidas nesses ataques. A polícia chegou a apreender 30 litros de gasolina na garagem de uma empresa de ônibus durante a tarde.

No início desta noite de domingo, a Escola Municipal Ana Braga Mota, localizada na Rua Amazonas, bairro São Sebastião, ao lado do Motel Cê Ki Que Sabe, na zona Sul da capital amazonense, foi incendiada.

https://fb.watch/5Z7GeY4_0F/

*Em breve, mais informações.