Após exposição de vídeos de agressão, prisão preventiva de DJ Ivis solicitada pela Polícia Civil é decretada pela Justiça. O governador do Ceará, Camilo Santan, informou a detenção do músico por meio do Twitter. “Acabo de ser informado pelo nosso secretário de Segurança da prisão do DJ Ivis, no caso das agressões a Pamella Holanda. A prisão preventiva havia sido solicitada ontem pela nossa Polícia Civil e decretada há pouco pela Justiça. Que responda pelo crime cometido”, disse.

O delegado que investiga o caso, Tarso Facó, informou que a vítima fará um exame nesta quarta-feira (14/7) quando mais uma testemunha do caso será ouvida. Pamella Holanda deu o primeiro depoimento na delegacia na última segundo-feira (12/7)

Entenda
na última segundo-feira (12/7), agressão cometido por DJ Ivis contra a mulher Pamella Holanda, veio a tona após a moça expor nos Stories cenas dos momentos em que foi agredida pelo compositor dentro de casa e na frente da filha pequena. Em um áudio, Pamella relata as vezes que foi agredida.

“A primeira vez que ele me bateu foi quando eu estava grávida. Ele é extremamente explosivo e agressivo. É um cara que não tem paciência com nada e explode com tudo. Ele não é nada do mostra e aparenta nos stories dele todo alegre. Ele é assim com todo mundo, e todos sabem”, começa ela.

“Me batia dentro de casa, me deixava sem dinheiro, cartão e comida. Barrava até a farmácia na portaria,” disse ela.

Pamella relata sobre a relação e como começou a confusão após a chegada de Ivis de uma viagem: “Eu sempre pegava ele em conversa com outras mulheres, até dentro do banheiro em chamada de vídeo. Um dia deitei com ele na cama e resolvi mostrar o print da traição que rolava em grupos do WhatsApp. Foi na hora que ele quebrou meu telefone, jogou na porta e veio pra cima de mim”.

https://www.instagram.com/leodias/?utm_source=ig_embed&ig_rid=0ba99d2f-7190-4dd0-99e0-fadc5c9b79cb