O caso, no mínimo incomum, ocorreu na cidade de Bratislava, na Eslováquia. Ao ver que uma loja de conveniência estava sendo assaltada, uma mulher decidiu transar com o ladrão para distraí-lo e atrasá-lo até que a polícia chegasse, contou reportagem do The Sun.

Tudo aconteceu após o ladrão, de 24 anos, forçar um funcionário da loja a entregar todo o dinheiro durante o assalto, na madrugada desta quarta-feira (27).

O funcionário ainda levou um soco no rosto, obrigando-o a fugir para o escritório. Foi neste momento que a mulher entrou na loja pela porta dos fundos. Ela seduziu o assaltante, realizando um sexo oral nele para impedí-lo de fugir. Neste meio tempo um funcionário chamou a polícia.

Ao chegarem na loja, os policiais se depararam com a mulher e o ladrão deitados nus no chão da loja. A mulher se chama Sona, de 35 anos, e é da República Tcheca.

O porta-voz da polícia de Bratislava, Michal Szeiff, disse à emissora TASR: “Os policiais viram o homem recebendo serviços sexuais da mulher.”