Ludgero Carlos da Rocha Neto, de 54 anos, e Luís Guilherme Medeiros Pereira, de 24, foram presos em Manaus por venda de cilindros de gás falsificados, como sendo de oxigênio medicinal.

A dupla foi denunciada por vender a idosos dois cilindros, faturando R$ 12 mil.

Além de estar sem a carga completa, na hora de reabastecer foi descoberto que eles não são apropriados para uso medicinal.

De acordo com o delegado do 10º DIP, Dênis Pinho, “ao procurar o vendedor, o Ludgero Carlos, ele não respondeu às mensagens e também não atendeu às ligações”

Como os familiares não conseguiram fazer recarga, “acabou que a saúde da idosa se complicou, e se agravou em decorrência da covid-19”, explicou.

Conforme o delegado, a dupla foi presa na rua Luanda, conjunto Campos Elíseos, na zona centro-oeste.

Fonte: BNC / Foto: Erlon Rodrigues/Secom