FOTO: DIVULGAÇÃO

O prédio que abriga o Atlético Rio Negro Clube, localizado na avenida Epaminondas, no Centro de Manaus, vai a leilão no dia 22 de março. O local, que possui grande importância na história de Manaus, vai ser vendido para pagar créditos trabalhistas sentenciados pelo Tribunal Regional do Trabalho do Amazonas e Roraima (TRT11).

O imóvel, centenário, é constituído de salão de dança, sala de reuniões, de jogos, bares, restaurante, banheiros, um parque aquático com duas piscinas, ginásio coberto com academia de ginástica e ainda uma piscina de hidroginástica. O lance mínimo é de R$ 9 milhões.

O arrematante deve pagar sinal de 25% no ato da arrematação, além da comissão de 5% do leiloeiro, com acréscimo de 1% se tiver havido remoção do bem para depósito. O valor restante deverá ser pago em até 24h, diretamente na agência bancária autorizada, através de guia emitida na ocasião.

Desistência

Quem desistir da arrematação, não efetuar o depósito do saldo remanescente, sustar cheques ou emiti-los sem fundos, perderá o sinal dado em garantia da execução, sendo automaticamente excluído do cadastro de arrematantes pelo prazo de três anos, além de poder ser responsabilizado penalmente.

Compra parcelada

Conforme o edital do leilão, a compra pode ser parcelada, devendo a proposta de parcelamento obedecer três requisitos: oferta de pagamento de pelo menos 25% do valor do lance à vista, podendo o restante ser parcelado 24 meses (dependendo do imóvel), com 1% de juros ao mês, mais correção monetária.

No caso de atraso no pagamento de qualquer das prestações, será aplicada multa de 10% sobre a soma da parcela inadimplida com as parcelas vincendas; A proposta de pagamento do lance à vista sempre prevalecerá sobre as propostas de pagamento parcelado.

O leilão será virtual, com início às 9h30, no site www.amazonasleiloes.com.br, pelo leiloeiro oficial do TRT11 Wesley da Silva Ramos, e transmitidos ao vivo no próprio site.