O que, segundo a vizinhança, deveria ter sido uma ação social de alunos da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) acabou sendo transformada numa festa do arromba, com direito a encenações de orgia no palco, som alto, bebidas e supostamente consumo de drogas ilícitas. Apesar da denominação “ação social”, alunos informaram que se tratava de um “trote” pela chegada dos calouros, entre eles, alguns menores de idade.

Conforme um dos vizinhos da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESA) da UEA, localizada na avenida Carvalho Leal com a avenida Codajás, no bairro Cachoeirinha, zona Sul de Manaus, o evento aconteceu na tarde da última sexta-feira, 26, nas dependências da própria universidade, “onde qualquer um que passasse na rua pudesse ver”.

Na denúncia, feita via chamada ao Whatsapp do Portal Beiradão (99320-2841), ele disse que muitos pareciam ter menos de 18 anos e que consumiam bebidas e outras drogas livremente. Nos vídeos da festa que viralizaram nos grupos e redes sociais, aparecem jovens se beijando em cima de um tablado, consumindo bebidas e simulando cenas de sexo. Ao menos pelos vídeos, não é possível confirmar a informação de que houve o consumo de drogas.

Providências e Repercussão

Após e repercussão negativa, o reitor da UEA, professor Cleinaldo de Almeida Costa, publicou nota de esclarecimento informando que abrirá sindicância para apurar os abusos e que eventos que não sejam acadêmicos serão restringidos. Veja a nota abaixo.

Alguns portais publicaram que devido a suspeita de participação de menores alcoolizados no evento, a
Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) também investigará o caso.

Nota de esclarecimento 

A Direção da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESA), a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e a Reitoria da instituição acolheram denúncia ex officio de alegado “ultraje público ao pudor”, ocorrido nas dependências da referida Escola.

No uso de suas atribuições, o Reitor determinou a imediata abertura de sindicância para apuração da denúncia e restringe a realização de qualquer evento não vinculado às atividades acadêmicas até posterior deliberação.

Cleinaldo de Almeida Costa
Reitor