A empresa Amazonas Energia, em Parintins, cortou a luz do curral do boi Caprichoso no fim da tarde desta segunda-feira, dia 5.

O presidente da agremiação, Babá Tupinambá, confirmou o corte de energia.

Ele justificou que tinha duas escolhas: pagar os funcionários do bumbá, pais de famílias, ou deixar desligar a eletricidade do local.

A Amazonas Energia divulgou nota há pouco sobre o corte de luz do curral do boi Caprichoso.

A concessionária explica no texto que o desligamento “ocorreu devido a débitos referentes aos meses de abril, maio, junho e julho”.A empresa não divulgou o valor da conta.

Servidores do bumbá informaram que a Amazonas Energia chegou a abrir negociação com a diretoria da agremiação, mas que ninguém procurou a companhia.

Leia a nota:

Informamos que a suspensão do fornecimento de energia no estabelecimento da ASSOCIAÇÃO FOLCLÓRICA BOI-BUMBÁ CAPRICHOSO, ocorreu devido a débitos referentes aos meses de abril, maio, junho e julho/2019).

A Resolução 414 da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) – (art. 172), autoriza a suspensão no fornecimento de energia para todas Distribuidoras de energia do país, em caso de inadimplemento.

A Distribuidora encontra-se a disposição da agremiação folclórica para negociação do débito.

Importante salientar que o não pagamento das faturas de energia elétrica, implica em prejuízos principalmente para toda à sociedade e a Distribuidora, pois reduz a capacidade, expansão e qualidade de energia em todo o Estado.

A Amazonas Energia reitera o compromisso de atender os clientes com mais rapidez e qualidade. Juntos avançamos.

Fonte: BNC

Leia também: