A quarentena do coronavírus, período de reclusão recomendado pelos órgãos de saúde, está deixando adultos e crianças longe de seus afazeres por tempo indeterminado, até que o avanço da Covid-19 seja controlada. Para ocupar o tempo livre durante os dias de pandemia, é possível aproveitar soluções online que vão garantir entretenimento e, em alguns casos, conhecimento. Grandes empresas disponibilizaram cursos grátis, filmes e séries em streaming foram liberados sem custo e museus de vários países estão oferecendo visitas virtuais pelo computador especialmente para a temporada de isolamento.

1. Aprender a tocar um instrumento

O site Cifra Club possui uma seção chamada “Aprender” que disponibiliza um vasto catálogo de vídeos grátis com músicos profissionais ensinando amadores a tocar instrumentos musicais. É possível assistir a aulas de violão, guitarra, baixo, bateria, canto, teclado, piano, cavaquinho, sax e até aparelhos menos populares, como ukelele, violino e harpa. Os vídeos explicam, em tutoriais, diversas técnicas e dicas para músicos iniciantes e avançados.

Cifra Club dá aulas de diversos instrumentos — Foto: Reprodução/Cifra Club
Cifra Club dá aulas de diversos instrumentos — Foto: Reprodução/Cifra Club

2. Ver filmes e séries

Os serviços de streaming são o passatempo preferido de muitas pessoas. Neste período de isolamento, diversas plataformas disponibilizaram seu catálogo completo, ou parte dele, de graça para os usuários que não possuem assinatura. Assim, é possível assistir a filmes e séries famosos sem precisar pagar. Confira, a seguir:

Globoplay

Globoplay liberou duas categorias de conteúdos para qualquer usuário assistir de graça. A primeira é voltada para crianças, com filmes e séries voltados para o público infantil, como Detetive do Prédio Azul, Sítio do Pica-pau Amarelo e Escola de Gênios, além de filmes de sucesso da Disney, como Mulan, Os Incríveis, Pocahontas, Valente, UP! Altas Aventuras e Ratatouille.

A segunda categoria é voltada para adolescentes, com todas as temporadas do seriado Sandy & Junior e várias temporadas de Malhação, além de séries como Shippados e Millenial Mafia. É possível aproveitar todo o conteúdo grátis do Globoplay até o dia 16 de abril.

Catálogo infantil especial do Globoplay para quarentena do coronavírus — Foto: Reprodução/Globoplay

Catálogo infantil especial do Globoplay para quarentena do coronavírus — Foto: Reprodução/Globoplay

Amazon Prime Video

Amazon Prime Video oferece 30 dias de teste grátis para o usuário experimentar a ferramenta. O catálogo inclui filmes recém-saídos do cinema, como as versões live action de Alladin, O Rei Leão e Toy Story 4. Também estão disponíveis séries originais e clássicos do cinema de diversos gêneros para toda a família.

SPCine

SPCine, empresa de cinema e audiovisual de São Paulo, liberou todo o seu catálogo gratuitamente até o dia 17 de abril. Os usuários podem acessar os filmes de diretores como Hector Babenco, Zé do Caixão e Lúcia Murat pelo do site https://www.spcineplay.com.br/.

Além dessas opções, Netflix, HBO Go, Mubi e Starz Play continuam sendo alternativas de streaming com catálogos extensos de filmes e séries para maratonar. Pelo Google Play Filmes, também é possível alugar ou comprar produções famosas para assistir pelo computador ou celular.

Leia +:

Golpe promete Netflix grátis por causa de coronavírus e atinge 1 milhão

As operadoras de TV por assinatura também liberaram vários canais gratuitamente para os atuais usuários devido à quarentena. Sky, Claro/NET, Vivo e Oi TV disponibilizaram mais de 70 emissoras sem custo para todos os assinantes, como Telecine, SporTV, Discovery, Paramount, Sony, entre tantos outros.

3. Ouvir podcasts

Caso não queira ficar preso à televisão, uma alternativa é ouvir podcasts. Os programas estão fazendo sucesso e atualmente existe uma grande diversidade de assuntos, como política, educação, esportes, tecnologia, ciência, celebridades, humor, entre muitos outros. Os podcasts possuem duração variada, e podem ser escutados em diferentes momentos do dia, em agregadores para computador ou com a liberdade de ouvir pelo celular, em apps para Android e iPhone (iOS), como Spotify, Deezer, Apple Podcasts e Google Podcasts.

Aplicativos oferecem podcasts gratuitos para iPhone e Android — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudo
Aplicativos oferecem podcasts gratuitos para iPhone e Android — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudo

4. Fazer cursos online

Outra atividade possível para a quarentena do coronavírus é fazer cursos online. A Escola Virtual da Fundação Bradesco (https://www.ev.org.br/Cursos), por exemplo, está oferecendo mais de 80 cursos gratuitos durante o período de isolamento pelo coronavírus, nas áreas de Administração, Desenvolvimento Pessoal, Educação e Pedagogia, Idiomas e Informática, todos com direito a certificado.

Udemy também está oferecendo dezenas de cursos gratuitos para o período de quarentena, nas áreas de Comunicação, Negócios, Programação, Marketing, Comportamento, Vendas, entre outros. Para encontrar as opções, basta fazer uma busca, abrir os filtros de pesquisa e selecionar a opção “Gratuitos”.

Aprenda com cursos gratuitos do Udemy — Foto: Reprodução/ Mariana Coutinho
Aprenda com cursos gratuitos do Udemy — Foto: Reprodução/ Mariana Coutinho

No Portal da Fundação Getúlio Vargas (www5.fgv.br/fgvonline/Cursos/Gratuito), mais de 50 opções de cursos estão liberadas para qualquer usuário. São aulas nas áreas de Finanças, Gestão e Projetos. Já o Senai (eadsenaies.com.br) disponibiliza cursos gratuitos nas áreas de Comunicação, Empreendedorismo, Finanças e alguns mais específicos, como Desenho Arquitetônico, Metrologia, Tecnologia da Informação e Noções Básicas de Mecânica Automotiva.

Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), eleita a 16ª melhor universidade latino-americana no QS Latin American University Rankings, liberou uma plataforma de cursos online gratuitos chamado de Lúmina, o site já apresenta 55 cursos disponíveis e atualizados neste ano.

A universidade americana, Harvard University, liberou 100 cursos gratuitamente em 14 áreas de ensino na plataforma de educação online e pode ser acessado pelo site edX.

O Centro Paula Souza tem 12 opções de cursos gratuitos na modalidade Mooc (Massive Open Online Course). As formações oferecidas são Autocad, Arduíno, Canvas, Design e Photoshop, Design Thinking, Felicidade, Gestão de Conflitos, Gestão de Pessoas, Gestão do Tempo, Mediação em EaD, Mercado de Trabalho e Vendas. Só é necessário se cadastar pelo site. 

O Grupo Adecco, consultora de Recursos Humanos, vai promover cursos online e gratuitos para ajudar a superar desafios do novo coronavírus. Os cursos acontecerão a partir do dia 24 de março, os dois primeiros temas serão “Gerenciamento para mudanças rápidas e incerteza” e “Comunicação interpessoal: comunicar-se com segurança”. As inscrições ocorrem entre os dias 20 e 23 de março pelo site.

5. Fazer exercícios físicos

Você também pode aproveitar o tempo livre para fazer exercícios físicos em casa, já que o recomendado é não frequentar as aglomerações das academias. Diversos aplicativos grátis oferecem treinos prontos que não precisam de aparelhos para serem realizados, trabalhando grupos musculares específicos e usando objetos comuns para a realização dos movimentos. As séries são exibidas em vídeos explicativos, em que profissionais fazem os movimentos para que o usuário reproduza na prática, onde estiver. 

Entre as opções, estão o Nike Trainig Club, o 8Fit e o Treino em Casa, todos grátis e disponíveis para Android e iPhone.

A academia de dança FitDance (@fitdance) também está oferecendo aulas de vários ritmos todos os dias, ao vivo, às 19h30, na página oficial do grupo no Instagram. O cantor Lucas Lucco (@lucaslucco) está incentivando seus seguidores da rede social a praticarem o desafio “Quarentena Saudável”, em que devem reproduzir seus treinos exibidos ao vivo durante 40 manhãs de isolamento.

 6.Fazer visitas virtuais a museus

Visita virtual em um museu com o serviço Google Arts and Culture — Foto: Reprodução/Marvin Costa
Visita virtual em um museu com o serviço Google Arts and Culture — Foto: Reprodução/Marvin Costa

Diversos museus disponibilizam tour virtuais pelas suas obras e que podem ser acessadas livremente durante o período de quarentena. Por meio do Google Art and Culture, é possível visitar mais de 500 museus do mundo, incluindo diversas unidades brasileiras, visualizando obras dos mais diversos artistas e períodos da história, com rico detalhamento de informações.

7.Aprender um novo idioma

Duolingo é um site e aplicativo para celular que oferece pequenas aulas de idiomas estrangeiros de graça e que pode ser útil para passar aprender uma nova língua enquanto se preenche o tempo. Nele, é possível aprender inglês, espanhol, francês, alemão, italiano, entre outras opções, através de lições diárias de aprendizado de vocabulário e gramática que utilizam textos, imagens e sons. O serviço funciona em formato de game, em que o usuário deve avançar de etapas, conquistando objetivos e aprendendo ao mesmo tempo.

Duolingo ensina idiomas no computador e no celular — Foto: Helito Beggiora/TechTudo
Duolingo ensina idiomas no computador e no celular — Foto: Helito Beggiora/TechTudo
Duolingo ensina idiomas no computador e no celular — Foto: Helito Beggiora/TechTudo

LEIA AGORA | as notícias mais vistas e compartilhadas no Brasil: