Para manter a tradição e se adequando à realidade, o Boi Garantido fará no próximo dia 30 de abril, às 22h, a live da Alvorada Vermelha 2020, direto de Parintins, com várias atrações do maior campeão do Festival. Impedido de arrastar sua multidão às ruas de Parintins, desta vez, o Boi do Povão adotará o modelo de transmissão ao vivo, como os demais grandes artistas fazem pelo mundo.

A live será produzida pela Comunicação do Boi Garantido, Comissão de Artes e Paulino Produções, sendo transmitida ao vivo para todo o Amazonas pela TV A Crítica, emissora oficial do Festival de Parintins, e pelo Canal Oficial do bumbá no YouTube para o Brasil e o Mundo.

O presidente do Boi Garantido, Fábio Cardoso, explica que devido a pandemia do novo Coronavírus, o bumbá ficou impedido de sair às ruas, levando a habitual multidão, mas que não deixaria de celebrar essa data tradicional que está na história do boi de Lindolfo Monteverde.

A Live contará com várias surpresas. Segundo Messias Albuquerque, vice-presidente do bumbá, o Garantido respeita as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), e fará um super-show para matar a saudade da sua nação.

“O momento exige cuidados especiais, mas a nossa obrigação como torcedores apaixonados é manter a essência da Alvorada que é o orgulho de ser Garantido e vibrar com a energia que nosso Boi proporciona”, salientou Messias.

Primeiro ensaio on-line

O Boi Caprichoso, anunciou por meio das suas redes sociais, que irá realizar o primeiro ensaio on-line “Festa do Povo Caprichoso”, no próximo sábado, 01/05, às 21h, diretamente do Curral Zeca Xibelão, em Parintins. A transmissão será feita pela TV Acrítica e pelo canal do bumbá, no YouTube e também redes sociais oficiais.

Para o presidente do Caprichoso, Jender Lobato, a realização do ensaio inédito vai ‘matar’ a saudade da nação azul e branca, durante a ‘quarentena’. “O distanciamento é social, mas a gente pode estar conectado, por meio da tecnologia, levando entretenimento e ainda estimulando a solidariedade com quem está precisando, em decorrência da pandemia do coronavírus”, disse.