Pescadores e frequentadores de um lago em Sabah (Bornéu, Malásia) e autoridades ambientais malaias estão debruçados sobre um mistério: como um pirarucu, peixe típico da Amazônia, foi parar na localidade?

O peixe, com peso de 108 quilos e comprimento de 2,4 metros, foi achado a 17 mil quilômetros do seu hábitat, morto, por um homem que corria pela margem do lago.

_______ Leia mais:

De acordo com o “Daily Mirror”, uma teoria aponta que o peixe vinha sendo mantido como um pet. Porém, como cresceu demais, acabou sendo solto no lago.

“Esse peixe não é nativo desta região. Então acreditamos que algum criador ou dono que o tratava como pet o soltou no lago”, afirmou Muhammad Ali Syed Hussin, do Instituto de Pesquisa Marinha de Bornéu.

O pirarucu é um dos maiores peixes de águas doces fluviais e lacustres do Brasil. Pode atingir três metros de comprimento e o seu peso pode ir até 200kg.

Veja o vídeo:



Leia mais: