Reprodução: Portal do Holanda

Manaus/AM –  Alejandro Molina Valeiko, suspeito de participar da morte do engenheiro Flávio Rodrigues, 42, foi encaminhado ao Instituto Médico Legal na noite desta segunda-feira (7).

Alejandro vai passar por corpo de delito antes de ser levado à cadeia pública. O local onde Alejandro ficará preso será definido após passagem do suspeito pela Central de Recebimento e Triagem – CRT. Ele deve ficar em uma cela separada dos demais detentos por pelo menos 30 dias, segundo a decisão do desembargador José Hamilton Saraiva, desembargador do Tribunal de Justiça do Amazonas.