O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, anunciou, nesta terça-feira (14/4), que assinou um decreto municipal para que o uso de máscaras seja obrigatório na capital. Segundo ele, o cidadão que decidir sair de casa deverá usar a proteção. A medida visa reduzir os risco de contaminação pelo novo coronavírus, que causa a Covid-19. Atualmente, Manaus concentra 1.295 dos 1.484 casos da doença no Amazonas.

Arthur falou sobre o novo decreto, em suas redes sociais, na noite desta terça. “Assinei um decreto determinando que todas as pessoas saiam das suas casas, quando tiverem que sair, quando for obrigatório sair, porque o pedido mesmo é para que fiquem em casa, mas, quando tiver que sair, saiam com máscara”, disse o prefeito.

Ele recomendou, ainda, medidas de higiene. “Lavem as mãos antes de sair e lavem as mãos ao chegar. Cuidado com as roupas. Evitar infecção porque esse inimigo é perigoso”, aconselhou.

A Prefeitura de Manaus ainda não divulgou a íntegra do novo decreto municipal.

LEIA TUDO SOBRE A PANDEMIA QUE ASSUSTA O MUNDO. Clique aqui

Hospital de campanha

No vídeo em que fez o anúncio do novo decreto, Arthur informou que dez pessoas já estão internadas no Hospital de Campanha Municipal Gilberto Novaes. “Inclusive um senhor de 87 anos em estado muito grave, mas que faremos de tudo para recuperar sua saúde”, disse o prefeito, na mensagem que acompanha o vídeo.

“Os desafios são grandes e, para que também possamos reduzir o número de pessoas acometidas pela Covid-19, assinei agora um decreto para normatizar que as pessoas só saiam às ruas em casos realmente necessários e com uso de máscaras. Somente com a ajuda de todos venceremos essa batalha contra o novo coronavírus”, escreveu Arthur Neto.

Assista ao vídeo em que o prefeito Arthur Neto anuncia o decreto que torna obrigatório o uso de máscaras nas ruas de Manaus: