Manaus – Após ser perseguido por suspeitos que estavam em um carro modelo Cobalt de cor preta, um homem identificado como Fábio Rogério de Freitas Vilhena, foi executado no fim da tarde desta terça-feira (21), dentro do terminal de integração 1, na avenida Constantino Nery, na Zona Centro-Sul de Manaus. Uma outra pessoa foi atingida e levada para um hospital da capital. 

De acordo com o tenente Hytalo Bruno, da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), Fábio possui várias passagens pela polícia e é conhecido por realizar assaltos dentro do terminal 1. 

“Ele já é conhecido da nossa área, tem várias passagens por tráfico e roubo. Atualmente ele estava quite com a Justiça, mas possivelmente estava organizando mais um assalto aqui dentro do Terminal 1. Ele era quem comandava as situações aqui, dizia quem iria ser assaltado e dividia os lucros dos roubos entre os participantes”, explicou Hytalo. 

Ainda conforme o polícia, uma outra pessoa foi baleada na ocorrência. A vítima, um homem de 25 anos, foi atingida na cabeça durante a tentativa de Fábio de fugir dos executores e levado por populares para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do São Raimundo, onde recebeu os primeiros atendimentos médicos, e em seguida foi transferido para o Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, na Zona Leste de Manaus. 

“O rapaz não tinha nada a ver com a ocorrência, ele estava na parada do 640 aguardando o coletivo quando os criminosos chegaram, desceram do carro e já foram atirando contra Fábio, infelizmente uma das balas o atingiu, que foi socorrido e levado para um hospital”, completou o tenente. 

O corpo de Fábio foi removido pelos funcionários do Instituto Médico Legal (IML), após passar por perícia do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) da Polícia Civil. O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). 

Os tiros causaram pânico entre os usuários do transporte coletivo que aguardavam para voltar para casa. O Trânsito no T1 ficou bastante congestionado, agentes do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) estavam presentes no local e orientaram os motoristas de ônibus a como proceder na circulação dos coletivos dentro do terminal. Fiscais da SMTU também estavam no local realocando os embarques e desembarques.

(Em Tempo)