Foto: Eder da Silva

Após três meses lacrada para banho com o intuito de evitar aglomerações e contágios pelo novo coronavírus, a praia da Ponta Negra reabriu no sábado (11). Neste primeiro fim de semana com praia liberada, os banhistas lotaram o principal balneário da capital amazonense.

A Praia da Ponta Negra estava fechada desde o dia 22 de março deste ano. Conforme decreto governamental, a reabertura de parques públicos, aparelhos urbanos e visitas a atrações turísticas, estava contemplada no terceiro ciclo do plano de retomada gradual das atividades no Estado, no dia 29 de junho. A Prefeitura de Manaus até orientou o público para que tivesse todos os cuidados necessários para evitar o contágio, mas, na área da praia, era raro encontrar alguém com máscara.

A técnica em nutrição Joana Alves disse que foi ao local de máscara, mas como teria de entrar no rio para tomar banho, optou em tirá-la e não colocou mais. “A gente passou todo o período de quarentena em casa, se cuidando. Quando soubemos que a praia da Ponta Negra estava aberta, bateu a saudade e a gente veio. Eu e minha família viemos no carro, protegidos, com máscara e álcool em gel, mas retiramos para tomar banho”, disse Joana.

O venezuelano Adrian Moreles, que mora em Manaus há um ano, disse que, no domingo, foi a primeira vez que ele visitou o Complexo da Ponta Negra. “Eu não conhecia o local e como teve esse ‘lance’ da pandemia, vi que a Ponta Negra poderia ser um bom lugar para conhecer”.

Mas nem todo mundo foi ao local para aproveitar a praia. O engenheiro civil Miqueias Abraão apenas passeou pelo calçadão. “Eu estou de máscara, e mantendo o distanciamento. Vim passear com minha filha, mas mantenho toda a segurança. Acho que todas as pessoas devem se conscientizar, porque a pandemia ainda não acabou”, ressaltou Miqueias.

Cautela

De acordo com o Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), todos os quiosques e comércios no local também foram reabertos com as devidas recomendações, como uso de máscaras e higienização com álcool em gel e controle no distanciamento dos clientes na hora das compras.

As atividades comerciais, incluindo os permissionários e quiosques, funcionam de 9h às 22h, na área da praia, e no calçadão seguem até as 23h.