Principal representante da cultura LGBT no folclore parintinense, o Boi Boiola realiza no próximo dia 28 de abril a tradicional chegada das itens, no Buteco do Verçosa, em Parintins. Neste ano, o bumbá virá com o tema “Nós, o Close: Debutando nas Toras das Matas Brasilis”.

A festa, que virou tradição por ocorrer antes da Alvorada do Boi Garantido – e este ano após o lançamento do CD e DVD do Boi Caprichoso -, terá novidades como o anúncio de uma toada inédita para o bumbá LGBT, que será lançada em junho, com composição do grupo “Baiás” (Enéas Dias/Marcos Moura/João Kenedy).

O fundador e presidente do Boi Boiola, Tarcísio Gonzaga, explica que todos os anos são feitas paródias das toadas de Caprichoso e Garantido. “Nós criamos as toadas  se baseando nos temas dos bumbás, que serão lançadas nesse sunset. Nesta edição, os “Baiás” irão nos presentear com uma toada que irá marcar a história do primeiro boi gay de Parintins”, destacou Tarcísio.


Chegada das Itens

“Após a finalização de cada temporada, as itens viajam para fazer shows, trabalhar, aproveitar férias e ‘caçar os boys’”, detalha o presidente.

No evento que acontece à beira do rio Amazonas, as itens chegarão de iate, festejando mais um tema, se apresentando para o público presente com a irreverência que é marca do bumbá.

Vendas de mesas e ingressos

Interessados em reservar mesas para o evento podem entrar em contato com os fones: (92) 99506-1754 e (92) 99128-0352.

O presidente do bumbá afirma que os ingressos de pista serão comercializados somente no dia do evento, no Buteco do Verçosa.

História

Em 14 de março de 2004 nascia uma flor rosa chamada Boi Boiola. Uma brincadeira entre amigos gays, que sonhavam em ser itens dos bois oficiais de Parintins, se transformou numa grande manifestação à favor da diversidade, levantando a bandeira contra o preconceito, contra a exclusão. Em suas paródias, trazem uma alegria irreverente à Parintins.

O seu curral tradicional fica localizado na Chácara “Mundo Rosa”, na comunidade do Aninga, em Parintins. Em 2019, a festa realizada em junho retornará ao seu curral, para comemorar os 15 anos de história do primeiro boi gay da Ilha Tupinambarana.