O vendedor ambulante Davi Alves de Jesus, de 24 anos, foi assassinado com cinco facadas, no fim da manhã desta quarta-feira (4), na Praça 15 de Novembro, conhecida como “Praça da Matriz”, no bairro Centro, na Zona Sul de Manaus. O autor do crime foi preso pela polícia. 

Segundo informações do cabo Macário Cruz, da Ciclopatrulha da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o crime ocorreu por volta das 11h40. Davi vendia pomada dermatológica na área central da capital, quando se desentendeu com os colegas de trabalho. 

Durante a discussão, Davi foi cercado por Aluísio dos Santos Lima, de 22 anos, e outros dois homens, um deles identificado apenas como “Galo”. O trio estava armado com facas e passaram a esfaquear a vítima. 

“Os populares informaram que tanto a vítima quanto os autores trabalham na empresa Bio Instituto. Eles trabalham no local vendendo produtos dermatológico e tinham rixa”, disse. 

A polícia informou que Davi Alves é natural da Bahia. Já o autor do crime é do Estado de Alagoas. Outros dois suspeitos de participação no crime conseguiram fugir. No local, duas facas usadas no crime foram apreendidas pela Polícia Militar. 

Após o assassinato, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e constatou a morte do vendedor ambulante. 

Conforme informações da perícia criminal do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), a vítima foi atingida com cinco facadas, sendo um no braço esquerdo, um na mão esquerda, duas na coxa esquerda – um golpe profundo acertou a veia femoral e outro a coxa direita. 

O corpo foi removido ao Instituto Médico Legal (IML), no bairro Cidade Nova, Zona Norte. O autor do crime será apresentado na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). 

Leia também: