A campanha de vacinação contra o sarampo foi prorrogada até o dia 31 de agosto deste ano para pessoas com idade entre 20 a 49 anos no Amazonas, segundo informou a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) nesta sexta-feira (26). Foram registrados quatro casos da doença em Manaus, em 2020.

A decisão de prorrogar a campanha, que estava prevista para encerrar no próximo dia 30 de junho, foi adotada pelo Ministério da Saúde, de acordo com a secretaria após a análise de dados epidemiológicos e da baixa cobertura vacinal do público-alvo.

De acordo com dados do Programa Nacional de Imunização (PNI) da FVS-AM, foram aplicadas 33.105 doses da vacina tríplice viral, que imuniza contra sarampo, na população com idade entre 20 a 49 anos no Amazonas. A vacina está sendo oferecida, além da campanha, na rotina a partir dos seis meses de idade até os 59 anos.

Foram notificados 55 casos de sarampo, de janeiro ao mês de junho de 2020, no Amazonas, sendo 48 em Manaus e um caso em cada um dos seguintes municípios: Careiro Castanho, Itacoatiara, Manacapuru, Maués, Rio Preto da Eva, São Gabriel da Cachoeira e Uarini. Este ano, são quatro casos confirmados de sarampo em Manaus.

Durante todo o ano passado, foram registrados 148 notificações e 144 casos foram descartados. Destes, foram quatro casos confirmados, sendo três em Manaus e um em Coari.