(Foto: Mário Oliveira/Arquivo/Semcom)

A terceira fase de imunização da Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza terá início na próxima semana, de 11 a 15 de maio, em Manaus. Segundo a Prefeitura, a campanha foi prorrogada até dia 5 de junho e a nova etapa, que inicia nesta segunda-feira (11), terá como público-alvo crianças de seis meses a cinco anos, pessoas com deficiência, gestantes e mães no pós-parto até 45 dias (puérperas).

Para essa fase, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informou que vai organizar a vacinação em 58 unidades de saúde localizadas nas Zonas Norte, Sul, Leste, Oeste e rural, atendendo um cronograma de vacinação baseado no mês de nascimento das pessoas que fazem parte desse público-alvo.

O cronograma de vacinação:

Segunda-feira (11): pessoas nascidas em janeiro, fevereiro e março;

Terça-feira (12): pessoas nascidas em abril e maio;

Quarta-feira (13): nascidos em junho e julho;

Quinta-feira (14): nascidos em agosto e setembro;

Sexta-feira (15): pessoas que nasceram nos meses de outubro, novembro e dezembro.

Professores e adultos de 55 a 59 anos, que também serão vacinados na terceira e última etapa da campanha, poderão procurar as Unidades de Saúde no período de 18 de maio a 5 de junho, com estratégia e cronograma a serem divulgados, conforme a Prefeitura de Manaus.

O secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, explica que a campanha foi programada inicialmente para ser encerrada no dia 22 de maio, mas o Ministério da Saúde definiu a continuidade até o dia 5 de junho, considerando o momento atual da disseminação da Covid-19, causada pelo novo coronavírus, e a necessidade de evitar aglomerações nos postos de vacinação.

“Todas as estratégias utilizadas pela Prefeitura de Manaus na campanha, iniciada no dia 23 de março, foram organizadas para evitar o risco de transmissão da Covid-19, inclusive com a vacinação de idosos em domicílio. Com a campanha seguindo por mais duas semanas, foi possível dividir os públicos da terceira etapa, diminuindo assim no número de pessoas que vai procurar um posto de vacina em um mesmo período de tempo”, comentou Magaldi, via assessoria de imprensa.

A lista com o endereço das unidades de saúde que irão oferecer a vacina contra influenza para crianças de seis meses a cinco anos, pessoas com deficiência, gestantes e puérperas está disponível no site da Semsa.

Estratégia

De acordo com a diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae/Semsa), enfermeira Marinélia Ferreira, a orientação é para que cada unidade de saúde disponibilize duas equipes de vacinação, uma para atender crianças para a imunização contra influenza e na vacinação de rotina, e outra para atender pessoas com deficiência, gestantes e mães no pós-parto até 45 dias.

“Serão duas equipes de vacinadores por unidade de saúde, o que deverá acelerar o atendimento e evitar aglomerações. É importante lembrar que no dia 11 de maio, as 58 unidades de saúde também retomarão a vacinação de rotina, e que é preciso apresentar, preferencialmente, o cartão de vacina das crianças. No caso da vacinação dos adultos incluídos nos grupos prioritários na campanha contra influenza, deve ser apresentado um documento de identidade com foto e CPF”, alerta Marinélia Ferreira.

Campanha

Em diferentes estratégias e fases, a Semsa já iniciou a imunização dos grupos prioritários de idosos com mais de 60 anos, trabalhadores da saúde, portadores de crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, forças de segurança e salvamento, caminhoneiros, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, portuários e motoristas de transporte coletivo.

A vacina disponível na campanha é trivalente e protege contra os vírus da Influenza A (H1N1), da Influenza B e da Influenza A (H3N2).