A campanha “Dezembro Vermelho”, quando as ações de combate ao HIV serão intensificadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) em todas as unidades de saúde de Manaus, terá início na quarta-feira (4) com foco na população jovem na faixa etária de maior incidência da infecção sexualmente transmissível.

No período de janeiro a outubro de 2019, Manaus registrou 1.017 novos casos de HIV em adultos residentes na cidade. Desse total, 598 casos (58,80%) foram notificados em pessoas na faixa etária de 15 a 29 anos.

Na abertura oficial da Campanha do Dezembro Vermelho, que ocorrerá às 17h no Largo de São Sebastião, serão ofertados testes rápidos para diagnóstico do HIV, sífilis e hepatites B e C, panfletagem de informativos sobre HIV, orientações sobre prevenção, disponibilização de preservativos e gel lubrificante, além da distribuição de auto-testes.

De acordo com a chefe do Núcleo de Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST/Aids) e Hepatites Virais da Semsa, enfermeira Rita de Cássia Castro de Jesus, a campanha pretende mobilizar o público jovem, estimulando a prevenção e orientando sobre a importância do diagnóstico precoce e adesão ao tratamento.

“Tão importante quanto evitar novos casos de HIV, o que pode ser feito por ações como o uso do preservativo nas relações sexuais, o diagnóstico precoce e a adesão ao tratamento são essenciais para interromper a cadeia de transmissão do vírus e aumentar a expectativa de vida das pessoas que vivem com HIV”, explica Rita de Cássia.

Ações

Durante o Dezembro Vermelho, os serviços de saúde irão ampliar a oferta de testagem rápida para diagnóstico do HIV e outras ISTs, de forma conjunta com atividades educativas, enfatizando a prevenção, bem como a oferta de preservativos e gel lubrificante.

As 10 unidades de saúde que atendem em horário ampliado, de segunda a sexta-feira até 21h e aos sábados das 8h às 12h, estarão intensificando a testagem rápida para HIV e outras IST, atendendo pessoas que não têm disponibilidade durante horário comercial.

Veja a lista com todas as Unidades de Saúde com Teste Rápido

Controle

A Semsa vem diversificando as ações de prevenção à infecção pelo HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis por meio do novo conceito da Prevenção Combinada, com o uso de vários métodos, que inclui a distribuição de preservativos masculinos e femininos, gel lubrificante, ações educativas e ampliação do acesso à testagem rápida (fluido oral e auto-teste para HIV), profilaxia pós-exposição e pré-exposição, entre outros.

Como estratégia de diagnóstico precoce do HIV, a Prefeitura de Manaus tem ampliado ao longo dos anos a oferta de testes rápidos, o que já é feito em 174 Unidades de Saúde. Além dessas unidades, Manaus conta na rede estadual com mais três Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) instalados nas seguintes unidades: Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Caimi Ada Viana e nas Policlínicas Gilberto Mestrinho e Colônia Antônio Aleixo.

As pessoas com diagnóstico positivo para HIV podem ser acompanhadas em nove unidades da capital, sendo seis Serviços de Assistência Especializada (SAE) e três Unidades Básicas de Saúde (UBS), distribuídos pelas diferentes zonas da cidade.

Dados epidemiológicos

No período de janeiro a outubro de 2019, Manaus registrou 1.017 novos casos de HIV em adultos residentes na cidade. Comparando os dados dos anos 2018 e 2019, houve uma redução de 20,73% no número de casos registrados este ano.

O sexo masculino apresenta número maior de casos (76,9%), quando comparado ao feminino (23,1%). Em relação à faixa etária, há predominância do número de casos entre indivíduos de 15 a 29 anos (598), seguidos da faixa etária de 30 a 49 anos (365).