A versão de Mayc Vinícius Teixeira Parede, de 37 anos de idade, de que teria sido atacado por Elielton Magno de Menezes Gomes, de 23 anos, com uma faca, foi desmentida por Magno, quando os dois foram colocados frente a frente na manhã desta quinta-feira (10/10), como parte das acareações iniciadas em torno do homicídio do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos, de 42 anos de idade, após Flávio participar de encontro na casa do enteado do prefeito da capital, Arthur Neto, Alejandro Valeiko, filho da primeira-dama de Manaus, Elizabeth Valeiko, no dia 29 de setembro.

“O Magno afirma que em momento algum estava com arma. Já começamos a perceber que a versão do Mayc não condiz com a verdade em relação ao que os outros afirmam. Por isso nós vamos fazer novas diligências agora.”, disse o titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (Dehs), Paulo Martins.

Ainda de acordo com o delegado, Mayc não quer colaborar com a investigação e isso gera estranheza para a polícia. “Ele se nega a participar de qualquer diligência que possa confirmar as declarações dele”, afirmou Martins.

Após a acareação, no início da tarde desta quinta o advogado de Mayc declarou que “a polícia tenta colocar divergências pequenas como se fossem relevantes para o esclarecimento do caso.” Ele disse ainda que o que aconteceu foi “uma situação que fugiu do controle e sem motivos.” “O meu cliente já assumiu a autoria das facadas, quanto a isso não há divergência, e os detalhes são irrelevantes na opinião da defesa. A polícia tenta de alguma forma, por meio de pequenos detalhes, colocar como se ele estivesse mentindo, mas isso não vai prevalecer junto ao Ministério Público, tenho certeza disso. Eu realmente não posso comentar detalhes, o que posso dizer é apenas que ele assumiu, não é um crime com motivação, apenas aconteceu porque fugiu do controle dele”, comentou.

Ainda de acordo com o advogado, Mayc e Flávio teriam entrado em luta corporal. A Polícia Civil ainda trabalha na apuração da autoria do crime e também vai se basear nos laudos técnicos das perícias realizadas.

LEIA TAMBÉM: