Imagem: Reprodução

O corpo do professor Genivaldo Lacerda, 47 anos, foi encontrado na madrugada de hoje (17), enterrado no quintal de uma residencia na rua Atari, bairro Rio Piorini, zona Norte de Manaus.

Ele estava desaparecido desde a última quarta-feira (15), por volta das 17h, quando foi visto saindo da Escola Municipal Francisca Pereira de Araújo, que fica localizada no bairro de Flores, zona Centro-Sul da capital. Genivaldo era o gestor da instituição.

Horas antes, com a ajuda de familiares e auxílio de um GPS, a polícia já havia encontrado o carro de Genivaldo, abandonado no bairro Terra Nova, nas proximidades de onde o corpo foi localizado.

Após encontrarem o veículo da vítima, denúncias anônimas levaram a um suspeito, conhecido como ‘Loirinho’. Ele foi visto por populares abandonando o veículo. Ao prendê-lo, policiais questionaram sobre a sua atuação no crime. O suspeito acabou confessando e disse que não agiu sozinho, segundo os policiais envolvidos na ocorrência.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para auxiliar na remoção do corpo. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) apura as circunstâncias do crime.

+ NOTÍCIAS:
+ Mãe é presa depois de cortar pênis do marido que estuprou sua filha de 6 ano
+ Após ser declarado como morto, bebê é encontrado chorando em necrotério
+ Adolescente é morto a tiro e arrastado em Manaus