Foto: Daniel Landazuri

Um deficiente mental, de 31 anos, morreu durante um incêndio em sua própria casa, localizada na rua 6, do bairro Alvorada 2, na Zona Centro-Oeste de Manaus. O caso aconteceu por volta das 16h28.

Segundo moradores da área, a vítima foi deixada sozinha, trancada em um quarto, devido os transtornos que sofria. Supostamente o incêndio, foi causado por um curto-circuito em um eletrodoméstico. 

“Vimos uma fumaça preta saindo por trás da casa e arrombamos o portão da casa. Ele ainda tentou pedir ajuda e bateu nas grades da janela, porém não conseguimos abrir o quarto, disse um auxiliar de pedreiro, de 28 anos, que tentou ajudar no combate inicial das chamas. 

Sargento Antônio Brandão, do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (Cbmam), informou que a provável causa do incêndio seria uma pane em um eletroeletrônico.

“No quarto tinha um ventilador e um ar condicionado, um dos aparelhos foi que causou o sinistro. No combate foi usado aproximadamente 200 litros de água. A vítima foi encontrada de bruços no chão e apresentava queimaduras de primeiro e segundo grau pelo corpo”, disse o tenente. 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, porém a vítima não resistiu e morreu no local. 

Os moradores da bairro, ainda, relataram que a vítima ficava aos cuidados da mãe, que havia saído para ir à igreja. “Ela saiu por volta das 8h, voltou umas 14h para pegar o neto e depois não foi mais vista. A vítima ficava trancada na casa, porque ficava agitado quando saía, no máximo ele ficava no pátio da residência”, disse uma dona de casa, de 33 anos. 

Fonte: Em Tempo