O empresário William Lauschner, dono da casa noturna Porão do Alemão, compartilhou um vídeo nas redes sociais para rebater as recentes críticas que vem enfrentando na internet, após anunciar a demissão de vários funcionários.

Com o título: “Para todos os “economistas”, “gestores”, “coachs” e “mestres do capitalismo” formados nessa #quarentena, um breve e claríssimo recado sobre nossas demissões”, William tratou de explicar o que realmente vem ocorrendo em sua empresa, considerada por muitos uma das maiores casas de shows de rock da região Norte.

O Porão do Alemão, está fechado desde o último dia 18 de março, em decorrência a epidemia do novo coronavírus. No Amazonas, 111 pessoas já foram infectadas e uma morte já foi registrada em decorrência do vírus.

Demissão em massa

O anúncio foi feito nas redes sociais. Ele afirma que sem perspectiva até junho, com decreto nº 4.790, que determinada o fechamento de bares, casas de shows, boates, praças de alimentação, em prevenção ao Covid-19, não viu outra opção a não ser a demissão.

William afirmou que recorreu ao banco para fazer um empréstimo para pagar as rescisões trabalhistas do quadro funcional.

Nas redes sociais, os internautas questionaram a atitude do empresário “20 anos de casa cheia e o cara não soube organizar as finanças?” disse um seguidor.

O Porão do Alemão funciona em Manaus há 21 anos.