O vice-prefeito de Manaus, Marcos Rotta, está tentando viabilizar sua candidatura a prefeito de Manaus no ano que vem. Para isso, ele tenta retomar sua musculatura eleitoral com o retorno do Programa “Exija Seus Direitos”, que lhe garantiu quatro mandatos de deputado estadual, um de federal e o atual mandato de vice-prefeito.

Segundo fontes próximas a Rotta, este foi o motivo da reunião dele com o empresário Francisco Garcia, sócio da Band Amazonas, canal pelo qual o seu programa era exibido.

Em seu blog, o jornalista Hiel Levy diz que a volta de Rotta à TV tem a ver com a sua atual situação política. “Sem partido desde que se desfiliou do PSDB, em maio do ano passado, depois de um rompimento político com o prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB), ele tenta articular uma candidatura a prefeito, mas precisa recuperar a musculatura que tinha quando fechou aliança com o tucano em 2016. Naquela época, era um dos favoritos para vencer o pleito municipal”, avalia Levy.

Rotta vem caindo nas pesquisas, ficando distante dos primeiros colocados, o ex-deputado estadual David Almeida (PSB) e o deputado federal Ricardo Wendling (PT). Almeida e Wendling são quase certeza na disputa de 2020.

Para piorar a situação de Rotta, o prefeito Arthur apesar de tê-lo perdoado (ao menos publicamente) por ter pulado para o barco de Amazonino Mendes na eleição passada, não daria garantia alguma de um apoio a candidatura do atual vice para a sua sucessão. Mesmo que esse apoio acontecesse, o prefeito de Manaus está numa crescente queda de popularidade.

(MS)