O rapper Emicida usou as redes sociais para explicar aos fãs o motivo que o levou a reconsiderar sua presença nas manifestações marcadas para este domingo (07/06).

Apesar de considerar os protestos legítimos, o cantor defendeu que os manifestantes presentes correrão risco de contágio pelo novo coronavírus.

“Um monte de infectologista e epidemiologista sério estão chamando isso de genocídio. Aguarda-se um crescimento de 150% [de casos] nos próximos dias”, disse em vídeo.

Ainda na gravação, o artista criticou a postura das autoridades no combate à pandemia. “A irresponsabilidade e a irracionalidade de quem tinha que conduzir esse país para um lugar melhor ainda vai matar muita gente. O contágio não chegou no seu máximo ainda”, alerta.

O rapper fez um apelo para que os manifestantes reconsiderem o ato neste momento crítico. “Qualquer aglomeração agora por mais legítimos que sejam nossos motivos é pular na ciranda da necropolítica e leva uma onda de contágio pior do que essa que já tá pra dentro da comunidade que a gente vive”.

Veja o vídeo: