O Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Privado do Estado do Amazonas (Sinep) confirmou o retorno das aulas presenciais em escolas particulares de Manaus para o dia 6 de julho, conforme previsto no plano de reabertura gradual das atividades no estado. As aulas presenciais da rede pública de ensino, tanto estadual quanto municipal permanecem suspensas.

A volta às atividades já era prevista dentro do 4º ciclo do plano de reabertura publicado em decreto do governo. De acordo com o plano, atividades em escolas e creches particulares voltam a ser permitidas a partir do dia 6 de julho.

O retorno acontece após três meses da suspensão das atividades, por conta da pandemia do coroanvírus. Até esta quinta-feira (25) o Amazonas tem mais de 66,7 mil casos confirmados da doença, com 2,7 mil mortes.

A presidente do Sinepe-Am, Elaine Saldanha disse que as instituições foram orientadas em um Plano Estratégico Macro, que define como será a rotina.

“O retorno será de forma híbridas (aulas presenciais e remotas). Cada escola fará o seu Planejamento Pedagógico desde que cumpram 800 horas de aulas efetivo. As turmas deverão ser divididas, por isso o revezamento de dias e horários”, disse.
Ainda segundo ela, neste momento, 95% das escolas retornarão, porém, de forma gradual. As instituições informam que vão adotar uma série de medidas, que vão desde o uso obrigatório de máscara até o para o controle do vírus no retorno acadêmico, até a disponibilização de uma Central de Atendimento em Saúde para monitorar casos suspeitos:

  • Distanciamento Social

Manter a Distância de 1,5 m entre os estudantes em Sala de Aula , ou seja , se for o caso para obedecer esse distanciamento retornaremos as Turmas com 50% da sua capacidade; Grupos de risco não retornam, desde que tenham orientação médica, realizando ensino remoto ou trabalho Home Office.

  • Higiene Pessoal

Uso obrigatório de Máscaras (Alunos, Colaboradores , Terceirizados , Docentes e Visitantes ); Instalação de pias em locais estratégicos para lavagem frequente das mãos; Disponibilização de Álcool em Gel a 70% em locais acessíveis e Aferição da Temperatura Corporal.

  • Higiene dos Ambientes e Equipamentos

Limpeza permanente das instalações e superfícies de modo geral com produtos apropriados para desinfecção dos mesmos; Limpeza de catracas, corrimãos, maçanetas , máquinas de cartão , elevadores , entre outros.

  • Comunicação

Realização de Campanha junto aos Alunos , Colaboradores , Docentes , Terceirizafos , Familiares sobre as medidas de segurança adotadas; Sinalização dos ambientes com Diretórios, Demarcação de Pisos para evitar filas e aglomerações; Manter atendimentos ,reuniões , etc de modo virtual .

  • Monitoramento

Identificar casos suspeitos, e acompanhar possíveis casos detectados da Covid -19 , de a toda a Comunidade Escolar e possíveis comunicantes , obedecendo o período de 14 dias de quarentena; Manter local reservado para casos suspeitos (Central de Atendimento em Saúde).

Aulas na Rede Pública

As aulas presenciais da rede pública de ensino permanecem suspensas e sem data para retorno. A Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc) informou ao G1, por meio de nota, que alinha um projeto de retorno às atividades presenciais, mas ainda sem data definida, que inclui a distribuição de máscaras faciais de tecido a servidores e alunos, além de material informativo.

“Para garantir a segurança de toda a comunidade escolar e evitar o contágio pelo novo coronavírus, medidas como instalação de pias e dispenser de álcool serão adotadas em todas as escolas da capital e, posteriormente, do interior do estado”, diz um trecho da nota.

A Secretaria Municipal de Educação (Semed-Manaus) informou que aguarda deliberações dos órgãos de saúde para o retorno presencial das atividades, e que um Grupo de Trabalho (GT) intersetorial foi criado, com participação das áreas de saúde, educação e assistência, para monitoramento epidemiológico. O órgão lançou, ainda, uma pesquisa online na semana passada para saber a opinião dos pais ou responsáveis, educadores e estudantes sobre o assunto em questão.