A empresária e esposa do cantor Guto Lima, Lucynha Lima nega que tenha demitido qualquer funcionário por ter aceitado ajuda de outras empresas. Ela negou as acusações dos músicos e afirmou ainda que sempre deu toda assistência para a banda.

“Eu estava dando toda assistência da banda. Porque quando tudo parou, eu podia muito bem não adiantar nada para nenhum músico. O que eu fiz? Eu adiantei pagamento de shows que foram adiados. Eu adiante, segurei a galera, era uma cesta básica a cada 15 dias. Eu falei no áudio que eu dei um rancho num dia e no outro eu daria 50 reais para cada um comprar um peixe. E isso, dois músicos ficaram insatisfeitos porque queriam mais”, revela a empresária.

Ela confirma que houve o desligamento de dois músicos da banda, mas nega que o motivo tenha sido a ajuda de outros empresários. “Dois músicos foram desligados da banda por motivo de não estarem satisfeitos com a ajuda que nós estávamos dando e são músicos que se eu fosse puxar as câmeras do meu condomínio, você iria ver que toda semana estavam na minha casa”, ressalta Lucynha.

Ainda na noite de ontem, 27, o cantor Guto Lima publicou um vídeos nas suas redes sociais informando que os cantores não foram demitidos, mas “que saíram para procurar coisas melhores”. No vídeo, também, ele afirma que a ajuda de R$ 50,00 era para Semana Santa, mas que usaram agora de má fé.

ENTENDA O CASO

Um áudio da esposa de Guto Lima circulou em vários grupos de Whatsapp. Nele, ela afirma que demitiria qualquer integrante da banda que aceitasse ajuda de outras empresas. “Eu acho que não tem ninguém morrendo de fome, não. A gente tá fazendo o que pode. Amanhã vou adiantar 50 reais pra cada um comprar um peixe. Se eu pegar músico da minha equipe pegando rancho ou peixe, eu tiro na hora da banda. Não tem nem conversa, eu tiro na hora”, diz a esposa do rei do arrocha em áudio.