Foto: Dia a Dia Online

O publicitário Bruno Guedes foi preso na manhã desta sexta-feira(5), ao ir prestar depoimento na delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher(DECCM). A princípio, ele foi acusado pela ex-cunhã poranga do Boi Caprichoso, Maria Azêdo de furto, invasão a domicílio e agressão. As informações da prisão de Bruno foi veiculada pela TV A crítica.

Nesta semana, a ex-cunhã decidiu contar nas redes sociais sobre o caso. Ela confessou que sofria ameaças do ex-marido.

“Ele levou minha cachorrinha, cordões de ouro e outros objetos. Só que eu já tinha uma medida protetiva e ele não poderia vir aqui e nem se aproximar de mim”, relatou Maria Azêdo.

Devido a medida protetiva, a Justiça autorizou a prisão de Bruno. Ele confessou à polícia que esteve no apartamento quando ela não estava. Sobretudo para não encontrá-la. De acordo com ele, a cadela foi levada pois estaria sem comida e num local inapropriado. Bruno deve permanecer preso.