Movimento no Centro de Manaus no segundo dia de reabertura do comércio — Foto: Carolina Diniz/G1AM

O programa Fantástico, da TV Globo, deu destaque a Manaus, na noite deste Domingo (19), ao falar sobre a situação da covid-19 no Brasil.

A cidade, atualmente com mais de 90 mil casos registrados, pode ter alcançado a chamada “imunidade de rebanho”. Com o pico da doença de maio a junho deste ano, Manaus enfrentou o colapso na saúde, desespero e enterros em valas comuns. Hoje, com o número de casos controlado e o número de óbitos em queda, a médica Ziza Emi Sakamoto atribui o “sucesso” do controle da doença, à possibilidade de que “todo mundo” já tenha contraído o novo coronavírus. No hospital em que ela trabalha, apenas dois funcionários não pegaram.

Com a baixa adesão do isolamento social em Manaus o coronavírus tomou conta da cidade. Quando grande parte da população de determinado local contrai a doença, como a doutora Ziza acredita que foi o que aconteceu na capital amazonense, o local pode ter atingido a imunidade coletiva, ou imunidade de rebanho. Ela acontece quando uma certa porcentagem da população (cerca de 60%) é contaminada e, assim, ganha imunidade. É fundamental que a infecção realmente traga imunidade, pelo menos por um algum tempo, para quem se cura. E, ao que tudo indica, esse é o caso da covid-19.

Apesar do “sucesso”, a falta de testes deixa em aberto o número real de infectados na capital amazonense.