Unidade semi-intensiva foi instalada na Fundação Doutor Thomas (Foto: Ione Moreno/Semcom)

MANAUS – Com 16 idosos em tratamento da Covid-19, a Fundação de Apoio ao Idoso Doutor Thomas, em Manaus, tem quatro na enfermaria semi-intensiva, destinada a pacientes com sintomas graves. No isolamento há sete idosos com sintomas moderados. Outros cinco são assintomáticos e estão em enfermaria para casos mais leves.

Na entidade, cinco pacientes morreram, todos já possuíam outras doenças em estágio avançado. Três se recuperaram da doença, mas ainda estão isolados, sem acesso às áreas comuns, monitorados pelos técnicos de enfermagem e recebendo visitas médicas duas vezes ao dia.

A Fundação Doutor Thomas informa que está utilizando o chamado ‘método Vanessa’, desenvolvido pela empresa de plano de saúde Samel, no tratamento dos idosos.

“Estamos diante de uma guerra contra um inimigo invisível e pouco conhecido. Sabemos da que maior taxa de mortalidade é entre os idosos no mundo inteiro, porém estamos lutando para dar o melhor tratamento e cuidado aos infectados, assim como estamos monitorando os idosos isolados que estão assintomáticos”, disse coordenadora da equipe de saúde Simone Henriques.

Segundo ela, não há como saber a extensão do número de idosos que irão desenvolver a doença, mas a mobilização é para diminuir o impacto com os cuidados intensivos. “A boa notícia é que pela testagem que fizemos no dia 21, de 100% dos pacientes, 34 idosos já estão imunizados. Estamos firmes na luta e vivendo um dia de cada vez, mas com muita fé”, disse Simone.

Vídeo chamadas

A equipe de serviço social está em contato com familiares, via telefone, tranquilizando sobre a situação dos idosos que estão na instituição. Os profissionais de serviço social e psicologia estão no suporte aos familiares e começaram a realizar visitas virtuais para idoso e familiar, que ajudam na questão emocional e, consequentemente, no tratamento da doença.

Os idosos que testaram negativo, permanecem em isolamento, e estão recebendo atividades físicas nos pavilhões, seguindo todas as recomendações dos órgãos fiscalizadores. “Manter-se ativo é muito importante e ajuda no fortalecimento da imunidade, ainda mais para o grupo de risco”, explicou a gerente de atividades físicas do Parque Municipal do Idoso (PMI), Ana Beatrice.