Em meio a uma crise diplomática criada pelo deputado Eduardo Bolsonaro, por seu ataques contra o governo chinês, o consórcio do Nordeste, que reúne governadores da região, pediu ajuda à embaixada da China para combater o coronavírus no país.

O ofício, assinado pelo governador da Bahia, Rui Costa (PT), pede ajuda do governo chinês, “que acaba de viver um problema semelhante, do qual saiu vitoriosos por meio de uma guerra do povo contra o vírus”, apoio no envio de materiais médicos, insumos e equipamentos. Em especial, com leitos de UTI e de respiradores.

“Colocamo-nos à disposição de vocês para quaisquer esclarecimentos que sejam necessários e queremos, desde já, reafirmar nossa admiração pela forma como o povo chinês enfrenta a epidemia e pela imensa amizade que une nossos povos”, conclui o texto assinado por Rui.