Estrutura do coronavírus. — Foto: CDC/via REUTERS/Site: O Globo

O estado do Amazonas registrou, até esta segunda-feira (13), 1.275 casos confirmados, com 71 mortes em decorrência da Covid-19. Cerca de 86% deles, segundo a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), estão concentrados na capital amazonense, e o restante, distribuídos em outros 16 municípios do interior.

O Amazonas entrou na lista de emergência do Ministério de Saúde com coeficiente de incidência 50% acima da média nacional. A taxa local é de 303 casos por 1 milhão de habitantes, enquanto a média no restante do país é de 111/1.000.000.

Os dados são fornecidos pela FVS-AM e pela Secretaria de Saúde do Estado do Amazonas (Susam). Especialistas alertam que o total de casos pode ser maior que o informado, uma vez que existem pessoas assintomáticas e não há testes suficientes para toda população.

Depois de Manaus, o município de Manacapuru aparece em destaque na lista com 92 testes positivos, embora o primeiro caso tenha sido registrado somente no dia 27 de março.

A segunda cidade do estado a notificar uma contaminação pelo novo coronavírus foi Parintins, no dia 22 de março. Em seguida aparece: Itacoatiara (15), Iranduba (14), Parintins (11) e Santo Antônio do Içá (10). Os outros 11 municípios com casos confirmados possuem menos de dez pacientes.

1º Manaus

A capital amazonense foi a primeira a registrar um caso de Covid-19, no dia 23 de março, quando uma mulher de 49 anos foi contaminada pelo novo coronavírus durante uma viagem internacional e apresentou os sintomas ao desembarcar no estado.

Atualmente, Manaus possui 1.106 pessoas diagnosticadas com a doença. O número representa 86,7% de todo Estado. A capital é a terceira do país com maior número de incidência (482/1.000.000).

De acordo com o que foi divulgado pela Fundação em Vigilância em Saúde (FVS-AM), 62 pessoas já morreram em decorrência do novo coronavírus.

2º Manacapuru

Com 92 testes positivos, Manacapuru é o segundo município do Amazonas com maior número de casos confirmados, o que representa 7,2% dos casos no estado. O primeiro paciente foi registrado no dia 27 de março. Até segunda (13), três mortes em decorrência da doença haviam sido confirmadas.

A cidade tem 97.377 habitantes e aparece em quinto lugar no ranking nacional da taxa de incidência, com 944,8 casos por 1 milhão de habitantes. Em relação aos óbitos, a taxa de incidência é de 10,2 mortes por um milhão de habitantes.

3º Itacoatiara

O município de Itacoatiara aparece em seguida com 15 casos confirmados de Covid-19, conforme divulgado pela FVS-AM. Na cidade, o primeiro teste positivo foi anunciado no dia 29 de março.

4º Iranduba

O município de Iranduba possui atualmente 14 casos confirmados de contaminação por coronavírus. Os dois primeiros pacientes foram registrados no dia 5 de abril, quando o Amazonas registrava 417 testes positivos.

5º Parintins

Em Parintins, até segunda-feira (13), 11 casos já haviam sido confirmados. O município registrou ainda duas mortes por contaminação por Covid-19. O primeiro paciente foi diagnosticado no dia 22 de março e o primeiro óbito foi confirmado três dias depois.

6º Santo Antônio do Içá

Em Santo Antônio do Içá, o primeiro caso surgiu no dia 26 de março. Neste período, 10 pacientes foram confirmados com Covid-19. A maioria dos pacientes são indígenas da etnia Kokama.

Conforme anunciado pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM) nesta segunda-feira (13), os outros casos de Covid-19 confirmados no estado estão em: São Paulo de Olivença (7 casos e 1 óbito), Tonantins (4),Tabatinga (3), Anori (3), Careiro da Várzea (2), Novo Airão (2 casos e 1 óbito) e Presidente Figueiredo (2).

Outros quatro municípios têm um caso cada: Boca do Acre, Careiro Castanho, Tefé e Manicoré (com 1 óbito).