Após receberem diversas denúncias nas redes sociais, neste sábado (11), a equipe de fiscalização do Procon Manaus foi até o Hospital Rio Negro averiguar o relatado e comprovou que haviam usuários aguardando há mais de 02 (duas) horas para realizar exame de endoscopia, com horário de marcado.

De acordo com o Hospital, o atraso se deu em razão a um erro no sistema, de modo que foram marcados mais exames que o esperado. 

Com base na Lei 167/05 – que dispõe sobre a obrigatoriedade de concessionárias de serviços públicos colocarem, à disposição dos usuários, pessoal suficiente no tratamento digno e profissional a seus clientes -, o Hospital Rio Negro foi autuado por sujeitar o consumidores a tempo de espera superior a 01 (uma) hora e pela manhã de até 4 horas.

Segundo o Procon Manaus, após a chegada da equipe no local o atendimento foi agilizado. De acordo com o Coordenador Rodrigo Guedes, “Sempre que uma instituição que presta serviços de saúde, estiver fazendo esse tipo de situação com seus pacientes/consumidores não permitiremos. São diariamente em diversos hospitais usuários de planos que são destratados de forma impunia. A prestação de serviços deles não é gratuita e são grandes instituições que possuem ou deveriam possuir estrutura para atender com qualidade. E vamos autuar em todos os casos que recebermos denúncias.”

O Procon Manaus dispõe de vários canais de comunicação para o consumidor que necessitar retirar uma dúvida ou fazer uma reclamação, podendo entrar em contato através do Whatsapp 98842-3030, pelo telefone 0800 092 011, ou, ainda, pelas redes sociais: Instagram e Facebook.