Após chegar em casa alcoolizado, um autônomo de 35 anos agrediu a companheira de 32 anos, grávida de quatro meses, com um pedaço de perna-manca.  Segundo a titular da Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM), delegada Débora Mafra, o homem queria que a mulher abortasse. O caso aconteceu na residência do casal, na rua Estados Unidos, conjunto Parque das Nações, bairro Flores, Zona Centro-Sul. 

De acordo com a polícia, as primeiras agressões aconteceram por volta das 7h. A vítima conseguiu sair da casa e imediatamente ligou para o 190 acionando os policiais militares. Logo em seguida foram até o local, porém o homem conseguiu fugir.

“Ele bateu nas pernas da mulher com o pedaço de madeira. A vítima protegeu a barriga para se defender. O casal estava junto há sete meses”, disse a delegada. 

Por volta das 12h, ao retornar novamente para residência, o homem agrediu novamente a mulher, e a ameaçou de morte incendiando os móveis da casa do casal. A vítima novamente saiu da casa e acionou os policias militares que o detiveram e conduziram o suspeito até a especializada.

“Ele ateou fogo no colchão da cama e no sofá, os polícias e os vizinhos conseguiram conter as chamas”, informou Mafra. 

O suspeito foi autuado em flagrante por ameaça, injúria, lesão corporal e incêndio qualificado.

Ao término dos procedimentos cabíveis na DECCM, ele será levado para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona sul de Manaus. 

Com informações do Portal Em Tempo