Suspeito foi levado para a DEHS, em Manaus. — Foto: Rickardo Marques/G1 AM

Um homem de 26 anos foi preso, nessa quarta-feira (10), suspeito de cometer um latrocínio que resultou na morte de outro homem, de 28 anos, durante um ‘programa sexual’. O crime ocorreu na noite dia 6 de outubro do ano passado, por volta das 22h30, na rua Doutor Edvaldo, primeira etapa do bairro Zumbi, Zona Leste de Manaus.

Ele foi preso por policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) na Avenida Hilário Gurjão, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste. O suspeito foi apresentado à imprensa, na manhã desta quinta-feira (11).

O delegado Charles Araújo, adjunto da DEHS, informou que o suspeito do crime teria marcado um encontro com a vítima já com a intenção de roubar o celular dele.

“O autor do crime relatou em depoimento que no dia do fato, após o ‘programa sexual’, aproveitou para roubar o celular da vítima que teria esboçado reação e, em posse de uma faca, ele desferiu um golpe que levou a vítima a óbito”, explicou Araújo.

A ordem judicial em nome dele foi expedida no dia 4 de junho de 2020, pelo juiz James Oliveira dos Santos, da Central de Inquéritos.

“Começamos a investigar o crime desde o dia do fato. Durante os trabalhos descobrimos que o autor do crime tinha levado, além da carteira e documentos pessoais, o celular da vítima. A partir disso começamos a montar o quebra-cabeça desse crime. Chegamos a três receptadores do celular, até identificar o autor do crime que, após a prisão, confessou o delito”, destacou o adjunto da DEHS.

O delegado ressaltou, ainda, que irá solicitar junto à Justiça a conversão do mandado de prisão temporária para prisão preventiva em nome do infrator. Ao término dos trâmites na DEHS, Rodrigo será levado para Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde irá ficar à disposição da Justiça.