Os interessados em participar do Leilão de Bens Móveis do Governo do Amazonas já podem consultar os itens disponíveis on-line. O leilão será realizado nos dias 31 de maio e 1º de junho, às 9h, na sede da Leilão Manaus, localizada na avenida Torquato Tapajós, 5.050.

Serão 32 mil itens, bens considerados inservíveis, pertencentes ao patrimônio do Estado do Amazonas – carros motos, pequenas embarcações, entre outros. O leiloeiro oficial contratado é Hugo Moreira Pimenta, com experiência no mercado e selecionado por meio de licitação.

Com a venda dos bens, o Estado espera gerar uma receita entre R$ 2,5 milhões e R$ 3 milhões, segundo a titular da Sead, Inês Carolina Simonetti. “Nós temos quase 7 mil metros quadrados de área ocupada com bens inservíveis. Com o leilão, a gente devolve esses bens parados em forma de receita para o Estado”, ressaltou a secretária.

Além de saber quais bens serão disponibilizados, o interessado em participar tem acesso a outras informações importantes, disse o coordenador de Patrimônio da Sead, Sander José Couto da Silva. “Pela internet, poderá obter informações sobre o valor da avaliação, lance inicial e outras especificações do produto, como marca, modelo e ano de fabricação. É uma forma de contribuir com o equilíbrio das contas públicas”, apontou.

Quem for participar do leilão precisa se cadastrar no site da Leilão Manaus. Os interessados poderão visitar os lotes até o próximo dia 30 de maio (exceto no domingo), das 9h ao meio-dia (segunda-feira a sábado) e das 14h às 16h (segunda-feira a sexta-feira). Os veículos a serem leiloados estão disponíveis na Leilão Manaus, na avenida Torquato Tapajós, 5.050, Flores.

Há outros três depósitos da Sead com materiais que serão leiloados, nos endereços: avenida Torquato Tapajós, s/nº, Flores, ao lado do Departamento de Engenharia e Transporte da Secretaria Municipal de Educação (Semed); avenida Torquato Tapajós, 5497, Tarumã, ao lado da Videolar; e avenida Mario Ypiranga, 3.280, Parque Dez, ao lado da Universidade Paulista (Unip).

Quem adquirir um dos lotes terá as opções de pagar no boleto e no cartão. No débito, haverá acrescimento de 5%. Na opção crédito, poderá pagar em uma única parcela, com acréscimo de 10%; a partir da segunda parcela, além de 10%, haverá o acrescimento de 5% por parcela.

Com informações do G1

Leia também: