São Paulo – Maisa Silva usou as redes sociais neste domingo (19), para desabafar sobre racismo durante a pandemia do novo coronavírus. A apresentadora relatou um episódio envolvendo o pai dela, Celso Andrade, que é negro.

“Meu pai que escutou de uma mulher hoje que tudo bem sair de casa, que as pessoas estão se apavorando à toa, porque só morre ‘negro e latino’, porque eles não têm convênio médico. Meu pai é preto”, completou Maisa.

A atriz também relacionou preconceito e aqueles que defendem o fim do isolamento sociais e a exposição ao coronavírus.

“Então, vocês já sabem porque não estão dando importância para o isolamento. Porque pouco importam essas vidas para eles”, afirmou.

Ao responder comentários no Twitter, Maisa Silva diz que se sente triste com toda a situação. “Me sinto mal, péssima, horrível, triste. Conversamos, principalmente, porque eu cresci em uma família que é muito misturada. Mas isso me deu uma ‘noção’ maior, eu acho, tanto do meu privilégio quanto em tentar fazer minha parte para que essas ações não se repitam”, avaliou.