Rio – O tenente-coronel do Exército que mantinha a família refém em Cascadura se entregou à polícia pouco antes das 10h desta quarta-feira. O militar, identificado apenas como André Luiz, de 50 anos, estava com a esposa, Luciana Arminda, 45, e os filhos, 11, dentro da residência do casal, que fica Condomínio Califórnia Park, desde às 20h de ontem.

Policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) negociaram a rendição do tenente-coronel. “O protocolo foi seguido. Ele se entregou e está sendo conduzido para a delegacia no momento e a família está sob os cuidados”, contou o porta-voz da PM, o coronel Mauro Fliess.

André Luiz está há 20 anos no Exército e atualmente é baseado em Resende, na Região Sul Fluminense. Durante o sequestro, ele manteve os filhos na porta da residência para que a polícia não entrasse no apartamento.

estavam em poder de André Luiz desde às 20h desta terça-feira. / Arquivo pessoal.

SEPARAÇÃO

Parentes de Luciana contam que há um ano ela tenta se separar do tenente-coronel e já fez vários boletins de ocorrência contra ele.
O militar é apontado como alguém muito ciumento, chegando a fazer com que ela saia de casa apenas com um filho por vez, com medo de que ela ela fuja levando as duas crianças.

“De vez em quando eles tinham desentendimentos, mas nada tão grave como agressão. A gente sabia que tinha desentendimentos, mas a gente nunca viu ela machucada”, contou o estudante de Farmácia Carlos Orlando Marreiro, 36, que é vizinho do casal.