Motoristas por aplicativos reclamam de valores da gasolina. Foto: Divulgação

Motoristas por aplicativos de transporte realizaram uma manifestação na manhã desta sexta-feira (28), contra o preço da gasolina, que chega a R$ 4,59, em Manaus. O ato aconteceu na estrada do Marapatá, via que dá acesso à Refinaria Isaac Sabbá (Reman), no bairro Distrito Industrial, na Zona Sul da capital. A categoria chegou a impedir que caminhões que abastecem postos da cidade saíssem para as rotas diárias.

O movimento começou por volta das 15h dessa quinta-feira (27) e seguiu até a manhã de hoje. Os motoristas ficaram no local durante a madrugada com a esperança de receber visitas de autoridades, mas nada aconteceu. Uma viatura da Polícia Militar do Estado do Amazonas (PMAM) acompanha as atividades.

O motorista, Edmundo Coelho, afirmou que cerca de vinte motoristas participaram do protesto hoje. “Estamos fazendo a manifestação pacífica por conta do alto valor do combustível e da Petrobras ter informado que os valores diminuiriam, mas não cumpriu. Não vamos sair daqui até que tenhamos alguma resposta”, afirmou.

Ainda conforme Edmundo, a manifestação foi convocada por administradores de grupos de WhatsApp que reúnem vários motoristas por aplicativos de Manaus.

“Ontem chegamos aqui por volta das 15h, permanecemos durante a madrugada e estamos aqui pela manhã. Estamos deixando carros e motos passarem, mas caminhões não. Os veículos que estavam saindo para os postos estão parados. Os administradores dos grupos convocaram o movimento e aguardamos a adesão de outros motoristas da capital”, destacou o motorista.