O MPE  vai investigar o pagamento ilegal a professores que não estariam em exercício em 2018 na rede municipal de ensino do município de Lábrea.

 De acordo com o inquérito aberto pelo promotor Rodrigo Nicoletti,  o pagamento foi realizado com verba do Fundeb. “O pagamento de verba pública oriunda do FUNDEB a profissionais do magistério da educação que não estejam em efetivo exercício caracteriza improbidade administrativa causadora de prejuízo ao erário”, diz trecho do inquérito.