Cão farejador da Receita Federal auxiliou na busca pela droga (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Uma adolescente, de 17 anos, com uma criança de colo, foi apreendida, e uma jovem, de 20 anos, foi presa, após tentarem desembarcar no Porto da Manaus Moderna, no Centro da capital, com 6,5 quilos de drogas, entre maconha e cocaína, na tarde desta terça-feira (30). Um cão farejador da Receita Federal ajudou encontrar o entorpecente, conforme informações do delegado Paulo Mavignier, do Departamento de investigação Sobre Narcóticos (Denarc).

Após serem capturadas, segundo a Polícia Civil, as duas mulheres confessaram que receberiam R$ 1 mil, cada uma, para transportar a droga na bagagem de Coari (a 363 quilômetros a oeste de Manaus) até Manaus. Conforme Mavignier, os policiais faziam patrulhamento de rotina, com o apoio de policiais civis da Delegacia Fluvial (Deflu), no momento em que atracou uma lancha a jato na “balsa amarela” e eles fizeram uma revista na bagagem dos passageiros.

O delegado contou que haviam mais de 40 pessoas na embarcação e o procedimento de revista contou com o apoio do cão farejador “Odin”, da Receita Federal. “Começamos fazer a vistoria, foi quando o Odin farejou a mala suspeita e encontrou o entorpecente. A mulher de 20 anos, transportava 5 quilos de cocaína, e a adolescente, que estava com o filho de menos de um ano, transportava 1,5 quilos de maconha”, disse.

A adolescente foi levada para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), e a jovem de 20 anos, que não teve o nome divulgado, foi conduzida até a sede da Delegacia-Geral da Polícia Civil, onde foi autuada em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

Com informações do Portal D24AM