André Augusto Januário da Silva foi detido, na madrugada desta quinta-feira (2), por dançar com o cadáver de sua avó, no Beco dos Petros, próximo do Prosamim Jefferson Peres, no bairro Morro da liberdade, Zona Sul da capital.

De acordo com os policias da 2ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que atenderam a esta ocorrência, o caso ocorreu por volta das 3h, quando a viatura recebeu uma denúncia, via Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops).

A denúncia dizia que um homem estava dançando com um cadáver em via pública. A viatura se deslocou até o local e encontrou André Augusto despido e amarrado em um poste, por populares.

Os populares informaram aos policiais que André morava nas redondezas. O homem disse aos policiais que estava a caminho de um hospital, para que fosse feito um transplante de órgãos na sua avó.

A avó mencionada por André, é Maria Januária da Silva, que havia morrido há 2 anos. André teria saído da sua residência, que fica no bairro Morro da Liberdade, e ido até o cemitério São Francisco, que fica no mesmo bairro, onde a desenterrou.

No 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), para onde foi encaminhado, os policiais civis conseguiram contactar a família que levou um laudo comprovando que André Augusto possui problemas transtornos psicológicos. Os transtornos aliados a saudade da avó, podem ter sido a motivação da ocorrência.