Cerca de 70% da frota de ônibus que atende a cidade de Manaus deve paralisar as atividades na manhã desta sexta-feira (24), anunciou o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Manaus (STTRM). Os trabalhadores exigem aumento salarial de 5%, permanência do intervalo de almoço e manutenção dos cobradores em seus postos de trabalho.

A decisão foi aprovada em Assembleia Extraordinária realizada na manhã de hoje (20), na sede do sindicato.

“Essas medidas de suspensão dos intervalos e dos cobradores foram apresentadas em reunião no Tribunal do Trabalho, na última sexta-feira. É uma proposta indecente“, classificou o vice-presidente do STTRM, Josenildo Mossoró. “Se até sexta o Sinetram não oferecer outra proposta, vamos parar a partir das 4h“.

De acordo um motorista entrevistado pela reportagem de A CRÍTICA, as empresas estão enquadrando as chegadas antecipadas dos condutores no período de intervalo.

“A empresa aproveita os cinco ou dez minutos que chegamos mais cedo do que o previsto no terminal para contabilizá-los como intervalo“, explica.

O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) informou que, até o momento, não foi notificado sobre a paralisação.

(Daniel Amorim – A Crítica)