Pais e mães de alunos do Colégio Militar da Polícia Militar (CMPM IV) Áurea Pinheiro Braga, localizado no bairro Grande Vitória, Zona Leste de Manaus, realizaram uma manifestação na manhã desta segunda-feira (3). Eles discordam do calendário de reposição de aulas divulgado pela Secretaria de Educação e Qualidade de Ensino (Seduc) com aulas aos sábados e feriados.

O calendário foi repassado aos pais pela direção da escola. Ao todo, 19 dias serão acrescentados ao calendário de aulas, sendo quatro feriados e 11 sábados até dezembro deste ano. Além desses dias, o órgão anunciou que datas de planejamento dos professores também vão ser destinadas aos alunos para repor os 27 dias de greve da categoria.

Na manifestação, o grupo chegou a fechar a rua dos Açaizeiros, na Zona Leste, segurando cartazes criticando a decisão. A professora Ângela Barbosa é mãe de uma aluna da escola. Segundo ela, a maioria dos pais não concordou com a nova programação.

“Estávamos satisfeitos com o sexto tempo todos os dias, mas é um problema os sábados e feriados. Alguns já têm atividades nesse dia e são sabadistas, sem contar que seria um gasto a mais, porque tem aqueles pais que pagam condução escolar no transporte. Seria um custo maior”, explicou.

Conforme a professora, uma comissão foi criada e um abaixo-assinado vai ser produzido para ser levado à sede da Seduc.

Fonte: A Acrítica

Leia também: