O Vasco, que venceu o São Paulo por 2 a 0 neste domingo pelo Brasileirão, pode ser prejudicado pela própria torcida. O árbitro Anderson Daronco relatou em súmula que ouviu o grito ‘time de veado’ no segundo tempo. Ele paralisou a partida e falou com os treinadores.

Luxemburgo pediu que os torcedores parassem. O STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) determinou, no dia 19 de agosto, que atitudes homofóbicas em estádios são passíveis de punição e podem custar três pontos na tabela.
A decisão passou a valer nesta rodada.

Leia também: