Uma operação policial realizada na manhã desta quinta-feira (17) em um abrigo destinado a venezuelanos no bairro Coroado, Zona Leste de Manaus. A ação ‘Extraneus’, da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-AM), visa cumprir um mandado de busca coletiva no local que foi alvo de denúncias de tráfico de drogas.

Segundo o secretário de segurança, coronel Louismar Bonates, a ação policial é preventiva. O mandado judicial coletivo que foi expedido é uma autorização para a polícia entrar ao local e realizar buscas após denúncias de que dentro do abrigo havia comercialização de drogas entre venezuelanos.

Ao todo, são cerca de 200 imigrantes que estão abrigados no local.

Acompanharam a operação, uma equipe psicossocial da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), além da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas) e uma equipe da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-AM).

De acordo com a secretária Executiva Adjunta da Sejusc, Edmara Castro, não foi expedido nenhum tipo de mandado em nome de alguém. O único documento expedido foi o mandado coletivo para a polícia entrar ao local e realizar buscas.

“É uma ação preventiva, buscando informações a respeito de possíveis denúncias de tráfico de drogas dentro do abrigo. Temos um mandado coletivo, ou seja, autorização do juiz para entrar na unidade e vistoriar se está havendo ou não ocorrência de tráfico de drogas dentro dessa unidade de acolhimento de imigrantes venezuelanos”, disse.

A ação contou com o apoio dos policiais civis e militares. Além disso, uma equipe do Departamento de Trânsito do Estado do Amazonas (Detran-AM) realizou o controle de veículos nas proximidades.

Até às 7h desta quinta-feira (17), a polícia encontrou no abrigo um simulacro de arma de fogo. Ao fim da operação, a ocorrência será encaminhada ao 11° Distrito Integrado de Polícia (DIP), no bairro Coroado.

Foto: Eliana Nascimento/G1