Um policial militar, de 43 anos, foi preso, na tarde desta terça-feira (16), em cumprimento a mandado de prisão preventiva suspeito de estuprar uma adolescente, de 14 anos, em Manacapuru (a 68 quilômetros a oeste de Manaus), segundo informou a delegada Roberta Merly, titular da Delegacia Especializada de Polícia (DEP) no município.

De acordo com a delegada, o crime ocorreu na última sexta-feira (12), por volta das 22h, quando a adolescente foi até o 9º Batalhão da Polícia Militar, em Manacapuru, buscar ajuda, após brigar com a mãe dela e ser expulsa da casa onde morava. Segundo a delegada, na ocasião, a jovem foi atendida pelo policial militar, que, após fazer algumas perguntas à adolescente, passou a tocar as “partes intimas” dela.

“O policial obrigou a vítima ir até o banheiro com ele, onde o ato sexual foi consumado. Depois disso, levou a adolescente até o carro dele, onde abusou novamente dela. Após toda a ação criminosa, o infrator deixou a vítima na casa dela. No dia seguinte, o representante do Conselho Tutelar daquela cidade foi acionado pelos familiares da garota. Na presença dos servidores, a adolescente relatou o que havia acontecido”, afirmou Roberta.

Reincidente

Após tomar conhecimento da ocorrência, a titular da DEP em Manacapuru representou à Justiça o pedido de prisão em nome do policial militar. A ordem judicial foi expedida no dia 16 de julho deste ano, pela juíza de Direito Scarlet Braga Barbosa Viana, da Comarca de Manacapuru. A delegada enfatizou que o policial já havia sido detido por estupro.

Procedimentos

O policial militar foi indiciado por estupro. Conforme a Polícia Civil, ele foi encaminhado ao Comando Geral da Polícia Militar do Amazonas, em Manaus.

Leia também: