Reprodução / Internet

Em sessão ordinária realizada nesta quarta-feira, 11, os magistrados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) votaram por unanimidade pelo indeferimento do registro de candidatura do ex-prefeito de Boca do Acre Iran Lima (Avante) que busca se eleger para o seu quarto mandato.

Na 97a. sessão ordinária, todos os seis membros do TRE-AM presentes votaram para impugnar o registro de candidatura de Lima. O político foi condenado, em setembro, pela prática de crime de improbidade administrativa, no uso de recurso federal. Iran lima chegou a ter seu nome incluído na lista dos inelegíveis, mas conseguiu uma liminar para seguir candidato.

Como não há mais prazo para substituição, a candidatura ficará sub judice e os votos obtidos pela chapa poderão ser anulados, caso no julgamento do mérito seja desfavorável à coligação composta por Avante, Cidadania e Podemos.

Uma advogada especialista em legislação eleitoral acredita que, diante da votação unânime pela corte do TRE-AM, será difícil o político reverter a situação em outras instâncias.

Em vídeo, por meio de um “pronunciamento”, o candidato negou indiretamente que sua candidatura tenha sido indeferida, mas a decisão do TRE pode ser vista abaixo e por meio de consulta ao Processo nº 0600225-11.2020.6.04.0014. (Veja abaixo)

Disputa acirrada

Segundo informações de bastidores, a disputa eleitoral no município de Boca do Acre se concentra em duas chapas, que concentram – conforme pesquisas de consumo interno dos partidos – 80% do eleitorado da cidade. De um lado, Iran Lima e Carlos da Farmácia aparecem em decadência, com quedas sistemáticas em todas as pesquisas.

No outro lado, a chapa composta pelo atual prefeito Zeca Cruz (PP) e a ex-vereadora Luciana Melo (PSC) despontam nas pesquisas como os preferidos para governarem o município por mais quatro anos. De acordo com líderes partidários consultados pelo Beiradão, o prefeito Zeca Cruz, que antes aparecia em segundo lugar, conseguiu “dar a volta por cima” com a chegada de Luciana Melo, que nas últimas eleições para deputada estadual obteve mais de 4 mil votos, sendo a mais votada no município.