Um homem identificado como Natalino Pedrosa, de 35 anos, foi preso dentro de rede de supermercados no bairro Compensa, na manhã desta quarta-feira (29). Ele acusado de estuprar três mulheres no Tarumã.

Segundo o delegado Rodrigo Barreto, da Seccional Oeste, que deu apoio para toda a ação, realizada pelo 20° Distrito Integrado de Polícia (DIP), o acusado enganava as vítimas, para consumar o ato sexual em um local de mata, próximo ao cemitério do Tarumã.

“O primeiro estupro foi feito quando ele realizava uma corrida de moto táxi. Ele desviou o caminho e praticou a força o ato sexual com a vítima”.

De acordo com o delegado, a segunda vítima era uma venezuelana. Natalino teria oferecido um emprego para a mulher e a levou a um local, supostamente onde aconteceria a entrevista de emprego. Ao chegar lá, ele diz que a vaga havia sido preenchida e, ao retornar com a vítima, ele consumou o ato sexual no mesmo local de mata.

Com a semelhança destes dois casos, onde foram registrados Boletim de Ocorrência pelas vítimas, foi confirmado que se tratava do mesmo autor e, assim, a polícia conseguiu identificar a placa da moto do acusado, que trabalhava como entregador em um restaurante no Tarumã.

A terceira vítima é uma adolescente de 17 anos, que estava fazendo tratamento para depressão em um pronto-socorro da cidade. Ele se aproximou e ofereceu ajuda, de início a vítima recusou, mas acabou cedendo o número de telefone dela para o abusador.

Segundo o delegado, ele manteve contato com a vítima e, ao perceber que ela estava em um momento de crise, ofereceu emprego e novamente a levou para um local onde não existia vaga. “Ao retornar, ele a levou para o mesmo local de mata, onde estuprou as outras mulheres, e a violentou”, finalizou Rodrigo. 

O suspeito também já foi preso por roubo no município de Borba, e há suspeitas de que ele realizava golpes em compradores de veículos em Manaus. 

Ele foi autuado pelos três estupros e segue preso no 20° DIP, para procedimentos cabíveis.